Brasileirão Série B

Paraná e América-MG ficam no empate em 1 a 1 na Vila Capanema

10/18/2014 12:01:00 AMReginaldo Júnior

Com gols no segundo tempo de Giancarlo e Obina, os times não avançam na tabela e ainda podem cair com a conclusão da rodada

Paraná e América-MG ficaram no empate em 1 a 1 na noite desta sexta-feira, na Vila Capanema, pela 30ª rodada da Série B do Brasileiro. Os gols foram marcados no segundo tempo com Giancarlo para a equipe paranista e Obina, de pênalti, para o Coelho.

A chuva forte que caiu no início da noite em Curitiba e o horário pouco convidativo espantaram o torcedor - 1409 pagantes e renda de R$ 22.110 -  e os mais empolgados viram um primeiro tempo sem graça. A etapa complementar foi de mais emoção com os dois gols marcados e a expulsão do volante Edson Sitta, que despertou o América-MG em busca do segundo gol que não veio.
O resultado coloca o América-MG na 10ª colocação, e o Paraná na 13ª posição, mas a definição dos times ainda depende da conclusão da rodada neste sábado.

O Paraná volta a campo na próxima terça-feira contra o lanterna Portuguesa, na Vila Capanema, às 19h30. No mesmo dia e horário, o América-MG encara o Oeste, no estádio dos Amaros.

Willians, atacante do América-MG (Foto: Reprodução/Sportv)Resultado igual em campo com gols no segundo tempo (Foto: Reprodução/Sportv)
 
O jogo começou com os times tentando encontrar espaços, mas travados pelas defesas. Com o passar do tempo, o Paraná começou a ter mais posse de bola e chegava com perigo, mas em definições fracas. O Coelho ficou mais na defensiva e só obrigou o goleiro Marcos a uma grande defesa no finalzinho, depois que Willians apareceu bem na área para cabecear a bola cruzada. O goleiro paranista deu um tapa na bola em puro reflexo. No rebote, o meia do Coelho empurrou com o braço para a rede e o gol foi invalidado.

As emoções ficaram guardadas para o segundo tempo com o Paraná e América-MG querendo mais jogo. Os times entraram abertos e o tricolor saiu na frente com Giancarlo, que aproveitou a bola na área para empurrar para as redes. Mas não deu tempo do Tricolor comemorar, e Tchô foi derrubado por Marcos na área. Obina cobrou o pênalti e empatou a partida, que tomou outra forma com a expulsão na sequência de Edson Sitta,que reclamava da penalidade. Em vantagem numérica, o técnico Givanildo Oliveira trocou os atacantes e a ordem era ir para cima, mas a deficiência técnica foi mais forte e a partida ficou no 1 a 1.

Fonte: Globo Esporte

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.