Brasileirão Série A

Atlético-MG mantém boa fase com vitória sobre Chapecoense

10/18/2014 11:07:00 PMReginaldo Júnior




Foto: Pedro Vilela / Getty Images  

Levir Culpi parece ter encontrado o encaixe perfeito do Atlético-MG. Depois de eliminar o Corinthians com uma virada história na Copa do Brasil, a equipe mineira bateu a Chapecoense por 1 a 0, neste sábado, no Independência, e chegou a três vitórias consecutivas, embalando no Campeonato Brasileiro. Os triunfos seguidos mantém o time na quarta posição da Série A, classificando assim para a Copa Libertadores da próxima temporada.

Danilo fez boas defesas e evitou um placar elástico em BH
Foto: Pedro Vilela / Getty Images
Guilherme foi, mais uma vez, o destaque do Atlético-MG. Assim como na virada contra o Corinthians na mata-mata nacional, quando marcous dois gols, o meia-atacante, apesar de não deixar sua marca neste sábado, conduziu o clube mineiro com boas assistências. Foi dele o passe decisivo para o gol da vitória, anotado por Douglas Santos.

Com a vitória, o Atlético-MG se mantém no G-4 da competição nacional e mantém a quarta posição, com 50 pontos. Já a Chapecoense perde a oportunidade de se distanciar ainda mais da zona do rebaixamento. Os catarinenses continuam com 34 tentos conquistados, quatro longe do Bahia, primeiro time da região da degola.

Atlético-MG e Chapecoense fizeram um primeiro tempo bem movimentado no Independência. Apesar de tentar sair para o ataque, os catarinenses foram dominados pelo time mineiro, que dominou a etapa inicial e por falta de sorte, e erro da arbitragem, não saiu com uma larga vantagem.

Com Guilherme organizando a equipe, o Atlético-MG criou diversas oportunidades e conseguiu abrir o placar aos 27min. Após passe do meia-atacante, Douglas Santos invadiu a área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Danilo.

Os donos da casa continuaram a pressão e só não aumentaram o marcador por um erro do bandeirinha. Aos 38min, Guilherme acertou outro belo lançamento para Carlos, que driblou o goleiro e estufou a rede. Porém, o assistente, equivocadamente, marcou impedimento.

As equipes voltaram do intervalo assim como terminaram o primeiro tempo: Atlético-MG pressionando a Chapecoense. Em ótima fase, Guilherme continuou inspirado e, aos 11min, encontrou Diego Tardelli livre na área, mas o camisa 9 concluiu na rede pelo lado de fora.

A Chapecoense tentava explorar o espaço deixado pelo sistema defensivo mineiro e, aos poucos, assustava. Aos 19min, Rodrigo Biro avançou com velocidade pela esquerda e cruzou para trás. Camilo, livre, pegou muito forte e embaixo da bola, mandando por cima do gol.

Preocupado com o sistema defensivo de sua equipe, Levir Culpi sacou Diego Tardelli e colocou o volante Pierre. A alteração, no entando, chamou a Chapecoense para o ataque, que, depois disso, pressionou o Atlético-MG. Os catarinenses só não conseguiram empatar porque Camilo estava com o pé descalibrado. Aos 27min, Marcos Rocha recuou errado e deixou camisa 10 sozinho, na cara do gol. O meia invadiu a área, mas bateu muito por cima e desperdiçou a melhor chance da Chapecoense na partida.

Na próxima rodada, o Atlético-MG visita o Bahia, terça-feira (21), às 21h50, na Fonte Nova, em Salvador. Já a Chapecoense recebe o São Paulo, quarta-feira (22), às 22h, na Arena Condá, em Santa Catarina.

Fonte: Portal Terra

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.